Cyberbullying

     Saiba mais sobre a violência na internet e como lidar com este fenômeno!





       Bullying é um assunto complicado... fui vítima na escola e também no trabalho. Sempre há alguma coisa que alguém faz piada e constrange... no mundo virtual não é diferente... sou blogueira desde 2009, onde eu publicava em outro blog e tinha muito medo de me expor, mostrando fotos, justamente por ser insegura e achar que alguém pudesse apontar meus defeitos... em 2012, após dois anos de psicoterapia em busca do autoconhecimento, eu voltei a me maquiar e resolvi fazer este blog para publicar meu progresso no enfrentamento do espelho e da construção da minha autoestima.           
     Uma das coisas que me fascina na blogosfera é a liberdade de expressão, qualquer um pode ter um blog, uma fanpage, um perfil para publicar o que gosta, sejam fotos pessoais, textos ou vídeos. Vi meninas fora dos padrões esbanjarem beleza e talento sem medo de ser feliz, com muitos seguidores apoiando a causa, por admirarem sua coragem ou por se identificar com algo que a blogueira posta, baseado na sua história de vida. Agora estou vendo muitas meninas que antes estavam felizes se lamentando por causa do cyberbullying, por terem seus supostos defeitos ressaltados.
      O mundo virtual é igualmente terrível como a vida real, já vi e denunciei sites onde a pessoa ensinava a torturar animais e buscar vítimas para estupro. Sim, vi blogs com fotos e passo-a-passo de como cometer estes crimes! Fiquei chocada por alguns dias, mas denunciei e fiz a minha parte! Então me pergunto se o cyberbullying pode ser considerado crime ou se ele é passível de punição. Na minha opinião é crime sim e deve ser punido, mas antes deve ser prevenido com educação.
        Uma pessoa que pratica violência pode ter sido vitimizada em algum momento de sua vida e acaba vitimizando outras pessoas no futuro... mas isso não é regra... na minha infância não me lembro de ter sido vítima de bullying, minha maior preocupação era me divertir e brincar, e de fato aproveitei muito! Aos 8 anos já escrevia várias histórias e lia vários livrinhos, não me lembro de me preocupar com minha aparência. O bullying começou na adolescência, a partir do momento que eu não me encaixei nos padrões de beleza. Não me lembro desse tema ser tratado na escola...
          Após ter sido vítima de bullying no trabalho resolvi fazer um curso e pesquisar sobre o assunto me deparando com o assédio moral no trabalho. Posteriormente vi o tema bullying na faculdade de psicologia, que estou cursando atualmente. O que eu noto é um enorme descuido das pessoas em falarem bobagens, acho que já passou da hora das pessoas pararem para pensar no que falam e fazem. A impulsividade faz a pessoa praticar o "sincericídio", que machuca o outro.
          Falar de opinião é difícil, cada um tem a sua, e não acho que o outro tem direito de apontar defeitos de um colega ou mesmo amigo. Ser Cristã me ensinou a falar o que edifica o outro, mesmo que seja uma crítica temos de ter um filtro, então eu me pergunto: "Em que ele/ela irá aproveitar ou se edificar com minha crítica?". Não estou falando em bajulação, ou elogios sem medidas, estou falando de críticas construtivas. Veja bem, a pessoa tem uma história de vida que vem sendo construída e não acho justo alguém apontar algo sem saber metade da vida da pessoa. Isso não passa de um julgamento e uma exposição que pode trazer consequências. 
             Já no mundo virtual o que vejo são meninas alegres por terem aprendido uma maquiagem nova ou por estarem conseguindo superar suas inseguranças, querendo compartilhar com suas amigas, até que vem um indivíduo que pega uma foto e expõe a todos com críticas severas, como se houvesse um parâmetro de certo e errado. Esse tipo de pessoa é tão ingênua que acha que pode fazer isso sem punição, acreditando que a internet é um território sem lei!
           De acordo com o site da Revista Escola Bullying é uma palavra em inglês que significa intimidar e amedrontar. O cyberbullying ou violência na internet é ainda mais cruel por ser um espaço ilimitado. Não existe apenas o agressor e a vítima, ainda há a platéia que prestigia as crueldades do agressor e colabora para deixar a vítima ainda mais intimidada.
         Pessoal, não se deixem enganar!!! Cyberbullying é crime, não permita que alguém fale sobre você e fique por isso mesmo! Ficar triste por ter sido criticada e exposta injustamente faz parte, mas isso não resolve o problema, então eu vou listar o que é caracterizado cyberbullying e o que podemos fazer para nos defendermos.

Cyberbullying


  • Ocorre em qualquer tipo de mídia social, e-mail, celular, etc;
  • Publicar ou disseminar textos ou imagens que possam ofender e constranger o outro através de ameaças, comentários ou rótulos sobre a orientação sexual, escolha religiosa ou etnia, com objetivo de humilhar.
  • As formas mais comuns de cyberbullying são: injúria, difamação, ofensa, falsa identidade, calúnia, ameaça, racismo, constrangimento ilegal e incitação ao suicídio. (Saiba mais sobre isso clicando aqui).

Como se proteger

  • Coloque marcas d´água em suas fotos para facilitar a identificação e autoria.
  • Recolha provas que a pessoa tem praticado bullying contra você nos sites, redes sociais, e-mails, etc.
  • Registre um boletim de ocorrência e se informe na delegacia sobre o próximo passo.
  • Pesquise sobre o assunto e se mantenha informado sobre seus direitos.
       
Pessoal, não deixe de postar por causa do cyberbullying. Sei que não é fácil, ficamos tristes e abalados, mas não podemos ser vencidos!

E você o que acha disso?

Beijos!

Postagens mais visitadas deste blog

Testei: Casting Creme Gloss: Mel Tabaco - L´oreal!

Testei: L´oreal Casting Creme Gloss - Mel Claro.

Merlot Hair!